Contactos da Igreja Católica em Portugal  
 
ANUÁRIO CATÓLICO  
Dioceses
Listagens
Notas Históricas
Nunciatura Apostólica
Bispos
Cúrias Diocesanas
-
Chancelaria/secretaria geral
-
Gestão de recursos pessoais, patrimoniais e financeiros
Conselhos Presbiterais
Colégio de Consultores
Cabido
Conselho Pastoral
Colégio de Arciprestes
Secretariado / serviço / departamento
Comissões
Tribunais Eclesiásticos
Seminários
Diaconado Permanente (formação)
Formação de Agente de Pastoral
Vigararias/Arciprestados
Paróquias
Oragos
Centros de Vida Cristã
Presbíteros
Diáconos Permanentes
Associações e Obras para Presbíteros
Prelaturas Pessoais
Institutos Religiosos Femininos
Institutos Religiosos Masculinos
Institutos Seculares
Associações, Movimentos e Obras
Centros de animação espiritual
Obras de Acção Sócio-caritativa
Escolas Católicas
Instituições Culturais
Comunicações Sociais
Estatísticas
Aniversários do dia
Natalícios e Ordenação
   
Indiquem-nos, por email secretaria.cep@ecclesia.pt, as incorrecções encontradas.



ASSOCIAÇÕES MOVIMENTOS E OBRAS
Nome Comunidade de Sant’Egídio
Perfil A Comunidade de Sant'Egídio nasceu em Roma em 1968, logo após o Concílio Vaticano II, quando um grupo de jovens, inspirado pelo evangelho, começou a visitar crianças marginalizadas da cidade para as ensinar a ler e escrever. Hoje é um movimento de leigos, ao qual pertencem mais de 60.000 pessoas, em mais de 70 países. A Oração, a Comunicação do Evangelho, a Solidariedade para com os Pobres, o Ecumenismo e o Diálogo são os princípios de Sant'Egídio. Com a mesma espiritualidade e os mesmos fundamentos a Comunidade dá os seus passos em Lisboa e no Porto.
A amizade com os pobres começou pelas crianças, mas depressa se alargou, às pessoas sem-abrigo, deficientes, emigrantes, doentes, pessoas em cadeias, idosos e refugiados. Através da amizade com os pobres, Sant'Egídio percebeu que a Guerra é a mãe de todas as pobrezas, levando-nos a trabalhar constantemente pelo diálogo ecuménico e inter-religioso.
Desde 1987, a Comunidade tem-se empenhado no diálogo inter-religioso para continuar a viver e a promover o Espírito de Assis, através dos encontros anuais de Oração pela Paz, onde os representantes de todas as grandes religiões mundiais se unem em prol da Paz, da Unidade e da Proteção aos mais frágeis da sociedade. A Comunidade desenvolve ainda outras iniciativas de cooperação e desenvolvimento em muitos países de África, América Latina e Ásia, como no Sul do Sudão, na Colômbia, no Kosovo, entre outros. O papel de mediação da Comunidade foi decisivo no tratado de Paz em Moçambique (1992) e Guatemala (1996).
Implantação A Comunidade de Sant’Egídio está presente em Portugal desde 1989
Publicações
Equipa Nacional Coordenadora Nacional: Joana Sales Dias (913931999)
Coordenadora em Lisboa: Ana Rita Gomes (913893532)
Coordenadora no Porto: Diana Ferreira (916488022)
Morada (Sede) Igreja de São Miguel, Largo de São Miguel
Código Postal 1100-541
Localidade LISBOA
Telefone(s) 913931999
Fax
email apelapaz@gmail.com, santegidioportugal@gmail.com
Página Web www.santegidio.org
Observações Em Portugal, somos um grupo de 30 membros, com dois núcleos, um em Lisboa e outros no Porto. Temos uma grande motivação e estamos determinados em construir uma amizade com os pobres e lutar pela igualdade entre todas as religiões, raças, estatutos sociais, idades e direitos pela vida, onde assume particular importância a luta contra a pena de morte. Oração da Comunidade - quinta-feira às 20h30 Igreja de São Miguel – Lisboa Escola da Paz - sábado às 10h Serviço de apoio a crianças carenciadas onde, através de uma amizade, mostramos a importância de cada ser humano no Mundo - Bairro Portugal Novo, Olaias, Lisboa. Visita aos idosos - Sábados às 15h30 Serviço de amizade, onde criamos laços afetivos com aqueles que são a fonte de sabedoria da nossa sociedade - Lar das Irmãzinhas dos Pobres, Campolide, Lisboa Lar de Santo António, Maia, Porto. Cidade pela Vida – Cidades contra a Pena de Morte - Dia 30 de novembro. Todos os anos, a Comunidade em Portugal convida as cidades a iluminar os principais monumentos para dizer Não à Pena de Morte. Desde 2002, mais de 2000 cidades no mundo, já se declararam "Cidades pela Vida". Hoje, depois de vários anos de ações civis e esforços diplomáticos, há 141 países abolicionistas e 57 países que ainda mantêm a pena capital - Em Lisboa, vamos iluminar o Arco da Rua Augusta.